7º Passo

“7. Humildemente rogamos a Ele que nos livrasse de nossas imperfeições.”

De que maneira nos comunicamos com nosso Poder Superior? Quase sempre, por orações. Os leigos; por leitura, reflexão ou meditação. Mas agora, ao orar, não mais pedimos por um evento específico (algo que não podemos modificar), mas por clareza para que alcancemos nossos objetivos ou saibamos identificar novas oportunidades. Não pedimos que outras pessoas mudem (algo que não podemos modificar), mas que mudemos para nos realizar na vida assim como ela se apresenta para nós.

E assim, praticando o exercício da humildade em reconhecer nossas próprias imperfeições identificadas no Quarto Passo, conversamos com Deus ou conosco e pedimos: ajude-me a encontrar orientação para melhorar.

Talvez não saibamos ainda como redirecionar nossas vidas rumo à recuperação e a uma nova forma de viver (espiritual, material e socialmente), mas ao menos aprendemos a como não repetir situações das quais não nos beneficiaremos emocionalmente em longo prazo. Ouvimos as mensagens da vida, observamos a quem possui o temperamento, pensamento e comportamentos que nos falta e pouco a pouco vamos de fato aprendendo o que irá nos tornar mais saudáveis e melhores indivíduos.

Neste Passo, humildemente nos perguntamos “como aprenderemos a mudar?”

Sugestão de Ferramenta de Recuperação:
Manter a abstinência e observar.

%d blogueiros gostam disto: